Modelagem da erosão hídrica nas bacias hidrográficas dos rios Lontra e Manoel Alves Pequeno, Tocantins.pdf

A erosão hídrica é um dos principais fatores que leva ao processo de degradação do solo, com impactos que vão desde a redução da produtividade até a diminuição dos recursos naturais existentes. Assim, objetivou-se estimar as perdas de solo aplicando o modelo RUSLE e verificar o efeito das alterações no uso do solo, de 1990 a 2007, para as bacias hidrográficas dos rios Lontra e Manoel Alves Pequeno, TO. A erosão hídrica na bacia do rio Lontra, variou de “suave” (51,3%) na região central da bacia (predomínio de relevo plano e mata), a “extremamente alta” (24,6%) na faixa que vai do norte ao oeste, (predomínio de pastagem e relevo mais declivoso). Na bacia do rio Manoel Alves Pequeno, a classe de erosão “suave” (52%) esteve distribuída ao longo da bacia, devido a maior parte dos solos ser de baixa erodibilidade e pela predominância do cerrado.

Created by Marcos Giongo 2020-07-13T15:54:13.556-03:00
Modified by Marcos Giongo 2020-07-13T16:04:08.474-03:00
Versão atual: 1.0
Versões anteriores: