Comparação entre dois procedimentos de amostragem para inventário da arborização do centro urbano de Gurupi-TO.pdf

Objetivou-se neste estudo comparar dois procedimentos de amostragem (o casual simples e o sistemático), avaliando a sua eficiência para o inventário das árvores do centro urbano de Gurupi-TO. Os dados foram coletados através do levantamento quantitativo total (censo) da arborização em 294 quadras com dimensões de 100 m x 100 m cada. Todas as árvores encontradas nas ruas e avenidas dentro de cada quadra com diâmetro a altura do peito (DAP) igual ou maior que 5 cm foram medidas. Para estimar o parâmetro populacional das árvores utilizou-se a variável “número de árvores por quadra”. Do total das quadras ou unidades amostrais que compunham a área de estudo, foi obtida uma intensidade amostral de quase 13% (38 quadras) para constituir a amostra dos procedimentos, tanto para o casual simples como para o sistemático. Os resultados da análise estatística mostram um erro de amostragem de 21,72% e 15,65% para os procedimentos casual simples e sistemático, respectivamente.

Created by Marcos Giongo 2020-07-13T15:45:23.523-03:00
Modified by Marcos Giongo 2020-07-13T15:52:55.072-03:00
Versão atual: 1.0
Versões anteriores: